Cadeira 42 - Vanécia Pinheiro


Vanécia Cristiane Pinheiro da Silva, Nascimento. 26/12/73 Usa o nome artístico de Vanécia Pinheiro. Nascida em Escada- interior de Pernambuco, mas mora em Recife há mais de 10 anos. É estudante cursando Direito na Universidade Salgado de Oliveira. É romântica e sua inspiração veio do Roberto Carlos cantor, Começou a escrever poesia as 16 anos quando li " o poeta Fernando Pessoa" Em 2015 lancei meu primeiro livro de poesias " Sonho de Criança" pela Editora Becalete. Participou da Antologia Talento Poético em 2015, com o Lançamento em São Paulo pela Edita Becalette. "Escrever é minha paixão, e sou feliz quando escrevo e sou inspirada pelas palavras"


Ao mestre da poesia.
Que para mim tem ricas rimas.
Um talento admirável.
Foi Machado de Assis.
Em toda sua trajetória.
Soube fazer histórias.
Nos fez sonhar com lindos contos.
Poemas e romances.
Do enredo da Mão e a luva.
Com tanta delicadeza.
Poemas cheio de paixão.
Sempre soube colocar bem o romance e a tristeza.
Autodidata da literatura brasileira .
Assim era nosso Mestre.
Que deixou-nos grande riqueza.

Vanecia Pinheiro.


"Procuro um verso"

Eu desejei ser este verso,
Desde que li sua poesia pela primeira vez,
Essa moldura, que você enquadra em sua tela.
Ser a musa da sua inspiração.
Ser o sol que invade sua janela,
Eu desejei o ponto, e me perguntei em que ponto?
E me senti assim, seduzida pelos versos, desde o começo.
E sentia você me chamar e me encaixar nestas poesias.
Uma verdadeira pitada de desejo.
As palavras evocavam meu ser.
Voltava para cada poesia, e incorporava o texto em mim.
Ser apenas,
Ter apenas,
Poder apenas,
Merecer....
Da sua boca um beijo.
O pensamento que lhe percorre o corpo.
A sensação de prazer.
O amor que espera encontrar na vida.
Ser a outra metade que lhe falta.
A resposta do que procuras.
Sintonia que me liga à você.

Vanécia Pinheiro


Deus sorrir para mim:
Em cada flor,
Em cada pessoa que vejo,
Na natureza em festa,
Na agua que corre do riacho.
Nas pessoas que preciso aprender amar.
Em cada um que preciso perdoar.
Deus sorrir para mim:
Quando leio seu evangelho e ele diz: te amo filho meu.
Eu troco reinos por ti.
E durante o dia o perfume que eu respiro é seu amor.
Dizendo eu estou contigo até o fim do mundo.
E Deus sorrir o dia inteiro,
Mesmo sem sol ou com chuva.
Em meio às tempestades ele é calmaria.
Na dor ele dar conforto.
Nas horas difíceis ele diz vinde a mim, dai-me tuas tristezas.
Ele não para de sorrir.
No olhar do necessitado,
No menor abandonado,
No doente acamado.
Deus fala sempre, mas o mundo não vê, pois tem pressa.
Deus sorrir,
Mas, Deus também chora com tanta ingratidão.
Vê no mundo grande aflição.
Os filhos na perdição.
Deus chora.

Vanécia Pinheiro.


A beleza de Amar.

O amor ele precisa de tempo para crescer e mostrar seu dimensionamento.
Também precisa de sol e de chuva.
O amor ele precisa de silêncio para entender o outro, entender o que se quer.
O amor também precisa de barulho de beijo.
O amor ele necessita de calor de corpos, mas também de distância física para entender que não é só física.
O amor precisa criar raízes profunda, para não morrer na primeira seca ou tempestade.
Precisa ser cultivado, alicerçado.
O amor é um tomar o coração do outro e nele jogar sementes, e regalas todos os dias.
Sendo assim o amor é constituído de vários elementos que compõem a beleza de amar.

Vanecia Pinheiro


Queria que fosse noite.

Queria que já fosse noite,
Para olhar o céu e sonhar com as estrelas .
E ver lá nas nuvens branca o meu sonho acontecer
Meu apaixonado chegando em seu cavalo branco alado.
Minha mão segurando
Me colocando em seu cavalo.
Levando-me para bem longe
Ao bosque dos apaixonados, onde viveremos para sempre.
Serei sua fiel companheira.
Ele meu único amor.
Cumprindo o que esta no destino.
Seremos uma só carne.
jurando lealdade na noite do nosso amor.

Vanecia Pinheiro

Versos para a Lua.

Se meu amado não aceitar o meu amor,
Vou declamar meus versos para lua,
Vou sair pela rua...
Escrevendo meus poemas,
Talvez a lua entenda o que você não quis entender.
Ficarei namorando a lua.
Com aquele olhar de prata.
Me beijar e ser amada.
Não importa se ela tem fases.
Eu também tenho minhas mudanças.
Farei com a lua aliança.
E no dia que ela não sair não ligarei.
Pois, dentro de casa ou na rua.
Da janela do meu quarto meu amor oferecerei.
E sempre que houver uma chance irei beijar a lua.
Pois, não deixarei de amar um segundo nesta vida.
Seja lua minha companheira.
Nessa vida passageira.
Meu amor eterno dedicarei.
Mas, se você entender o que digo amor.
Farei pacto de amor contigo e a lua.
Seremos amantes e apaixonados.
Nossos filhos nascerão enluarados.
Nossa vida permeada sempre com sabor de lua.
Quero teu sim e o da lua.

Vanécia Pinheiro
10/05/2017


Amanhecer.

E exalar bom-dia.
Vestir de esperança.
Andando na calçada da vida.
Levando sorriso e fé.
Entusiasmo em quase tudo que vejo.
Um desejo de paz entre os homens.
O meu olhar é de uma águia, que voa alto.
Pensando no que posso melhorar.
Senhor aumentai a minha fé e a fé do teu povo.
Para não desanimar.
Ajudar uns aos outros.
Dai-nos força para recomeçar.
Ser luz por onde passar.
Pois da vida não se leva nada.
Apenas perdoar e amar.

Vanecia Pinheiro.


Um brinde à noite.

Um brinde à noite que chegou.
Ao dia que terminou.
A prece que começou. ..
Nos lábios um grande louvor.
Agradecendo a Deus por que o sol nasceu.
Se fez forte e Radiante.
Tantas coisas aconteceram lá no outro lado do horizonte.
Eu venho aqui tomar um gole de ar puro.
Escrever um verso.
Terminar a noite, acreditando em um novo dia.
Os olhos cansados, mas a mão a descrever em oração.
Fazendo um pedido; de Paz e amor em cada coração.
Que brote em cada ser o desejo de ser melhor.
E recomeçar tudo outra vez.
Dormirei ensaiando quais palavras, colocarei na poesia.
Que amanhã devo escrever. Com a mesma fé e confiança.
Que jamais morra a Esperança de um melhor para todos nós.

Vanecia Pinheiro


Convença-me.

Encha-me de certeza.
Exalte em mim este amor revelado.
Arranque dos meus lábios, sorrisos largos.
Entorpeça-me com seus beijos.
Que transpareça em mim esta mulher apaixonada.
Convença-me.
Jamais deixe-me na incerteza.
Faça chover, chuva de estrelas sobre nós.
Grite o amor no mais profundo ser.
Que o mais sublime amor veio nos alcançar.
Beleza de brilho em teu olhar.
Certeza que veio para ficar.
Detenha-me em teus braços.
Suga dos meus lábios o mel.
Fazendo de mim pedaço de céu.
Tocando o infinito sem jamais parar.
Pulsando em meu peito, essa vontade louca de lhe amar.
Celebrando a grandeza de poder amar.
O amor impera neste universo, no brilho do teu olhar.

Vanecia Pinheiro