Cadeira 74 - AnTônio Machado // Armando Arzalluz Carratalá


Antonio Machado (1875-1939) foi um poeta modernista espanhol, famoso por ter escrito o poema "Caminante".

Antonio Cipriano José María y Francisco de Santa Ana Machado Ruiz (1875-1939)nasceu em Sevilha, Espanha, no dia 26 de julho de 1875. Viveu em várias cidades da Espanha, passando por Madri, Valencia e Barcelona, durante a guerra civil. Com a derrota das forças republicanas, foi viver em Paris voluntariamente.

Antonio Machado possui uma obra poética importante para a cultura espanhola. Sua primeira publicação foi "Soledades" (1903), ampliada com o título "Soledades, Galerias y Otros Poemas" (1907). Ele abordou temas ligados ao romantismo do século XIX, como a melancolia, a morte e o tempo. A segunda obra foi "Campos de Castilla" (1912), no qual, contém o poema "Caminante", considerado um dos mais conhecidos. Na obra, aplicou em seus poemas a tradição popular e o espírito do estoicismo espanhol.

O livro "Nuevos Canciones" (1917-1930) é composto por poemas breves com características filosóficas e postura crítica.

Apesar de ter sido eleito membro da Real Academia Espanhola e ter colaborado com ensaios e artigos para o jornal El Sol, em Madrid, viveu uma vida de grandes privações financeiras.

Antonio Machado morreu em Collioure, Pirineus orientais, na França, no dia 22 de fevereiro de 1939.